segunda-feira, 30 de novembro de 2015

DISCUSSÃO TEÓRICA: TRIBAL


Olá pessoal, blz?! Estamos aqui mais uma vez com a Coluna “Discussão Teórica”, com a premissa de debater opinar e ouvir outros jogadores sobre alguns pontos de Battle Scenes. Eu sou Yuri Bittencourt e hoje o tema abordado será o formato Tribal.




A casa das ideias tem um grande leque de personagens e alguns já tivemos a graça de tê-los em Battle Scenes. Alguns personagens tiveram suas origens em HQ’s de grupos e equipes de heróis, dessa forma Battle Scenes também o fez, indicando na carta de personagens a afiliação a qual o personagem pertence. Com o passar dos anos e com reviravoltas nos HQ’s, alguns desses personagens acabaram por se afiliarem em mais de um grupo ou trocar de lado. Logo, alguns desses personagens possuem mais de uma afiliação ou mais de uma versão com afiliações diferentes em Battle Scenes.

Com uma grande quantidade e variedade de cartas, BS também conta com uma variedade considerável de Afiliações. Algumas mais fortes e superiores que outras, assim como se faz nos quadrinhos. Porém o que faz uma afiliação forte e o que nos faz optar por determinado tribal na hora de montar um deck?

Quando ingressei em Battle Scenes as afiliações utilizadas eram Quarteto Fantástico, Vingadores, X-men e S.H.I.E.L.D. Fora a sinergia entre os personagens de uma mesma afiliação ambas tinham em comum um Suporte que fortalece a afiliação. Seja com escudos extras, aumento de dano e dando a equipe poderes extras. Fantasticarro, Mansão dos Vingadores, Pássaro Negro, Cérebro, Interceptador de Voz, Veiculo de Combate S.H.I.E.L.D V1 e Veículo de Combate S.H.I.E.L.D V2

Desta forma, ficou evidente que afiliações que possuíam suportes tinham vantagens. Porém a variedade ainda não era grande como temos hoje. Mesmo com novas coleções e um aumento considerável no número de cartas, grande parte dos decks tribais se favorecem com os suportes de suas respectivas afiliações. 

Tribais que se destacam por seus tribais, ao meu ponto de vista são: Irmandade de Mutantes possuindo Asteróide M e Guardiões da Galáxia com a Nave dos Guardiões. Um se destaca por sua forte força defensiva e o outro por seu poder ofensivo. Fora a sinergia e passiva dos personagens de ambas as afiliações. X-men poderia muito bem estar entre esses, porém nada impede essa equipe de mutantes de iniciar a partida sem seu suporte. Pois Tempestade V2, Vampira V2, Homem de Gelo e Cristal conseguem controlar bem o jogo com grande força defensiva para a equipe. Sendo assim, ao meu ver, Pássaro Negro é de grande ajuda, mas a equipe se vira muito bem antes do jogador conseguir ter o suporte em mãos.

Em contra partida, assim como temos essas grandes afiliações que utilizam de tais cards de suporte, temos os que não necessitam destes (ou melhor: não possuem!). Jogando no meta igualmente contra essas afiliações. Um exemplo disso é o deck de Sexteto Sinistro. Onde a passiva dos personagens e suas sinergias lhes beneficia muito, criando assim, combos interessantes. Abutre como excelente tutor, busca um personagem com afiliação Sexteto Sinistro após utilizar uma ação. Podendo assim buscar Mystério que busca um cenário. Quem nunca utilizou Abutre + Investigação + Mystério + Convocar Reforços?! Em todo TCG qualquer carta que lhe permite comprar ou buscar um card do deck, é uma boa carta. Abutre utilizando Trabalho em Equipe e Investigação Silenciosa junto a sua passiva, lhe torna um personagem muito bom. Grande parte dos personagens desta afiliação possuem passiva e uma vez me disseram que toda carta que possui um texto fixo não deve ser ignorada e/ou subestimada.

Outro tribal que demonstra foca mesmo sem um suporte especifico são os Mestres do Terror! A maioria possuindo agilidade, elasticidade ou ataque a distancia. Até que em Ofensiva Surpresa nos foi dada a possibilidade de um deck utilizando Telepatia e Telecinesia. Afiliação que possui como tutor Barão Zemo. Tendo também o temido Homem Radioativo e bônus de dano com o cenário Atacar até Destruir e com a ação de Manto Rubro.

Para momentos de descontração alguns jogadores utilizam em partidas amistosas o tão querido quartetinho! O deck de Quarteto Futuro que permite permutar as cartas entre o personagem que entrou em cena e um que já estava, desde que ambos sejam desta afiliação. Assim, pode-se arrumar e melhorar as cartas que os personagens estão carregando. Deck esse que funciona muito bem no formato pauper.

Um deck que recebeu reforços interessantes ao decorrer do jogo foi a H.I.D.R.A. Com suportes, cenários e tendo como tutores de deck: Caveira Vermelha e Barão Strucker. Onde incialmente o deck era formado pelos Agentes H.I.D.R.A com apenas 1 ponto de energia abrindo muito bem a mesa e em grande quantidade. Agora também temos Militante, Força Tática e Marreta. Cartas fortes que podem ser buscadas pelo Caveira Vermelha. Um deck focado em Ataque a distancia.

Ofensiva Surpresa trouxe reforços interessantes para algumas afiliações possibilitando a presença destas no cenário competitivo (ou não). Sentinelas ganharam uma carta EV; Thunderbolts ganharam suporte muito bom e mais um personagem; Fugitivos ganharam um cenário que beneficia a afiliação e novos membros para a equipe; Excalibur ganhou reforços e o mais considerável foi Lince Negra. Uma carta considerada por alguns “imortal” por sua passiva com relação aos suportes do oponente. Os Kree e Novos Guerreiros também receberam novos membros.



Mesmo com esses reforços essas afiliações não se marcaram presença em partidas/torneios de formato tribal, com exceção de Sentinelas que foi utilizada algumas vezes nas Ligas do RS.

Se o que torna uma afiliação forte são seus suportes, me pergunto por que Thunderbolts não foi mais explorado? Se é a sinergia entre os personagens que faz a força de um tribal, por que Fugitivos não deu as caras?

Talvez por gosto pessoal dos competidores ou por outras afiliações mais consolidadas no game, apresentarem mais força. Fato é que não há um formato de deck ou afiliação que garanta a vitória. Um exemplo disso foi o Battle Royal, onde o deck de X-men um tanto quanto curioso, por ter praticamente uma cópia de cada personagem, apresentado por Rrafael Tanabe, levou a vitória.

Lembrando que: Vingadores, Shield e Quarteto Fantástico também receberam reforços em OS, porém já eram afiliações utilizadas por serem tribais mais antigos no jogo. Por conta disso não os citei logo acima.

Na próxima coleção já temos reforços para os Illuminati com o anuncio da Battle Box. Sendo Civil War, o tema da próxima coleção, podemos esperar alguns reforços para algumas equipes que já temos.

Por fim, nessa ultima quinta feira (26/11) a Copag anunciou um torneio tribal oficial. Uma noticia que me deixa bastante contente por gostar muito do formato tribal. Pra quem ainda não conferiu a noticia clique aqui.

Alguns pontos que gostei é que: o torneio acontecerá em diferentes estados/cidades, desde que os lojistas solicitem e haverá reports de todos os locais, uma exigência feita pela Copag. Tivemos alteração de tempo de partidas para 50 min, diferente do Royal que foi 40 min. O Card Promo 15 – Chamariz Holográfico para os participantes do evento. Fora as demais premiações, destinadas para o 1°, 2°, 3° e 4° colocados.

O que estranhei foi a liberação de 1 cópia para personagens que não compartilham a afiliação escolhida. (Ex: Caso o jogador decida jogar com afiliação Irmandade de Mutantes, pode utilizar apenas uma cópia do personagem Cassandra Nova, que pertence à afiliação Clube do Inferno). E a proibição de personagens com afiliação N/A. Porém ainda não testei essa possibilidade em um deck tribal, podendo assim me acostumar aos padrões da Copag. Em quanto isso, vou preparando meu deck tribal, ansioso por esse torneio!

E você jogador, qual seu deck tribal favorito e o que ele tem que te faz gostar tanto dessa equipe? Alguma afiliação que você gostaria que se fortalecesse? O que faz um tribal forte?

Abraços a todos e até a próxima!!



11 comentários:

  1. Vc botou q o tribal da copag proibi a utilização de personagens N/a, mas lendo nos comentários a copag disse q são neutros e podem ter 3 no deck.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. N/A é apenas 1, não diz 3 nas regras o post está correto.

      Excluir
    2. Pelas regras N/A não é uma afiliação, e só personagens de afiliações q n sejam a escolhida são limitados. Entendi errado?

      Excluir
    3. Copag Mod Marcelo Caló • 4 dias atrás
      Sim, personagens e suportes N/A são liberados e limitados a 3 cópias por deck, visto que não têm afiliação e são considerados “neutros”. :)

      Excluir
    4. Olá pessoal, obrigado pelo retorno. Havia entendido assim como dito pelo Jonathan disse no comentário acima: "N/A não é afiliação". Assim como foi dito inicialmente pela Copag. Mas agora que eles já se pronunciaram, neste comentário (que eu realmente não vi), minha visão com relação a esse torneio, muda um pouco. Vou pedir pra retirarem aquela frase.

      Excluir
  2. Ótimo texto Yuri mas concordo com o Wisley sobre os N/As, tem esse engano no artigo mesmo eu acho. Curti muito esse tribal oficial, forçou todo mundo que já estava acostumado com os decks que estavam jogando a voltam aos projetos de decks. O decepcionante é a necessidade de 15 personagens da mesma afiliação sendo que várias afiliações vão ficar de fora automaticamente dessa tipo guangue da demolição por exemplo. Outro esquema que deveria ser permitido além dos NAs e dos personagens de afiliação de fora a escolhida é a afiliação "aliados do..." , pq acho meio sem noção o HDF por exemplo n ser Aliados do HDF. Acho que quanto a isso se o a afiliação fosse aliados do HDF por exemplo seria permitidos personagens com HDF no nome. vlw galera, abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho ruim por ser muito limitado. Não sei bem mas acredito q exista menos de 10 afiliações q dar para fazer deck da guerra mundial.

      Excluir
    2. antes de decidir qual eu ia montar pra jogar contei quais eram as afiliações possiveis (que possuem pelo menos 5 personagens)pra fazer o deck e tem mais ou menos umas 20. Mas afiliações que dão pra fazer algum deck q tenha chance em torneios são um pouco mais de 10 mesm.

      Excluir
    3. Obrigado pelo retorno. A necessidade de 15 personagens da mesma afiliação limita a decks como Gangue da Demolição. Mesmo assim se essa afiliação tivesse mais um membro como o Escavador, por exemplo, creio que essa afiliação não seria escolhida. Pois temos outras afiliações com maiores chances de vitória. Isso me decepciona, pois gosto muito dos Fugitivos e eles não tem tanta força quanto Vingadores, Quarteto etc.
      Sobre o deck de Aliados do Homem de Ferro, creio que o erro não seja no formato ou suas regras, mas nas próprias cartas. A carta do Homem de Ferro deveria ter afiliação "aliados do...".
      Aqui em Porto Alegre em torneio de formato tribal, temos uma regra que permiti uso de personagens com mesmo alter ego de um personagem da afiliação escolhida. Isso permiti usar Homem de Ferro em deck de Aliados do HDF e Patriota de Ferro em deck dos Thunderbolts, por exemplo.

      Excluir
    4. A Copag também poderia ter aguardado o lançamento da próxima coleção para anunciar esse Formato Tribal, assim poderiam aproveitar o fortalecimento de algumas afiliações com as novas cartas e também as possíveis novas afiliações.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir